Glossário

 A | B | C | D | E  | F  | G | H | I |  J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

 

A

Adiantamento de numerário a crédito (cash advance)

O cliente retira numerário a crédito (cash advance), utilizando o limite de crédito disponivel no cartão de crédito.

Amortização

Pagamento total ou parcial que se realiza para a devolução de um empréstimo.

 

B

Beneficiário

Entidade à ordem da qual o cheque é emitido; Entidade indicada pelo ordenante de uma transferência a crédito como recetor dos fundos a transferir.

BIC

Bank International Code. Corresponde a um padrão da SWIFT internacionalmente utilizado como código de identificação de instituições bancárias.

 

C

Cheque        

Instrumento de pagamento que permite movimentar fundos que se encontram à disposição de titulares ou seus representantes em contas de depósito abertas nas instituições de crédito.

 

D

Débito Direto

Débito em conta bancária, com base numa autorização de débito em conta e numa instrução de cobrança transmitida pelo credor ou pelo seu representante processada através do SDD.

Disponibilização de um cartão de crédito

O prestador de serviços de pagamento disponibiliza um cartão de pagamento associado à conta do cliente. O montante total das transações efetuadas com o cartão durante um período acordado é debitado integral ou parcialmente na conta de pagamento do cliente numa data acordada. O contrato de crédito entre o prestador de serviços de pagamento e o cliente determina se são cobrados juros ao cliente pelo dinheiro emprestado.

Disponibilização de um cartão de débito

O prestador de serviços de pagamento disponibiliza um cartão de pagamento associado à conta do cliente. O montante de cada transação efetuada com o cartão é debitado imediata e integralmente na conta do cliente.

 

E

Empréstimo

Contrato pelo qual se regula o acordo estabelecido entre o mutuante (Caixa Agrícola) e o mutuário (Cliente) relativo a um financiamento, e onde se especificam todas as suas condições (montante, prazo, taxas de juro, etc). No caso do Crédito Habitação, pode tomar forma de escritura pública ou documento particular.

Euribor

Euro Interbank Offered Rate – A taxa Euribor é uma taxa de juro média, para cuja definição concorrem vários bancos, válida para depósitos entre eles e cotada com base na convenção de contagem de dias de Actual/360, isto é, para o cálculo dos juros dos depósitos considera-se o número real de dias decorridos, em proporção do ano de 360 dias. A Euribor pressupõe a mobilização dos fundos em depósito 2 dias úteis depois da sua contratação – data-valor – (T+2) e é arredondada até à 3ª casa decimal.

Extrato de Conta

Relatório de movimentações de dinheiro na conta corrente ou fundo de investimento.

 

F

Fiador

Pessoa responsável pelo pagamento da dívida, caso o beneficiário desse crédito não cumpra com as suas obrigações. Só se torna exigível depois do Banco credor ter tentado de todas as formas, obter a cobrança junto do devedor.

Fiança

Garantia pessoal pela qual o fiador (terceira pessoa) se compromete, perante a Caixa Agrícola (credor), a pagar a prestação do crédito, caso o afiançado (devedor) não o faça na devida altura.

 

G

Garantia real

Aquela que confere ao credor o direito de se fazer pagar, de preferência a outros credores, pelo valor ou rendimento de certos bens do próprio devedor ou de terceiros.

 

H

Hipoteca

Garantia real que confere ao credor o direito de se fazer pagar, de preferência a outros credores, pelo valor ou rendimento de certos bens do próprio devedor ou de terceiros.

 

I

IBAN

International Bank Account Number. Elemento de informação que permite identificar e validar, no Espaço Económico Europeu, uma conta bancária.

Indexante

Taxa de juro representativa das condições de mercado, utilizado como referência nos empréstimos com taxa variável. O juro a pagar pelo devedor é dado pela soma do indexante com o spread.

 

J

Juro

Representa o preço do dinheiro, correspondendo à remuneração ou ao lucro produzido pelo capital emprestado durante determinado período de tempo. Quem coloca o seu dinheiro no banco, espera receber uma remuneração, pois está a disponibilizar recursos que são seus para serem utilizados por outras pessoas ou empresas. Por seu lado, quem necessita de mais fundos do que aqueles de que dispõe estará disposto a suportar um custo para ter acesso a esses fundos. A essa remuneração e a esse custo chama-se juro, o qual pode ser recebido ou pago de acordo com diversas periodicidades conforme combinado entre as partes (mensalmente, semestralmente, anualmente, etc.).

 

K

 

L

Levantamento de numerário

O cliente retira numerário da sua conta.

 

M

Manutenção de conta

O prestador de serviços de pagamento gere a conta para utilização pelo cliente.

Mutuante

É a entidade que empresta o capital e recebe o juro.

Mutuário

É a entidade que recebe o empréstimo e paga o juro, o Cliente.

Mútuo

Contrato de empréstimo em que o mutuante (Caixa Agrícola) financia num determinado montante o mutuário (cliente), ficando este obrigado ao pagamento do capital em dívida mais os juros.

Mora

O não pagamento de algo na data acordada.

 

N

NIB

Número de Identificação Bancária. É um elemento de informação normalizado, utilizado na identificação de contas bancárias domiciliadas em Portugal.

Número de identificação pessoal ("PIN")

Código numérico (secreto) que o titular do cartão pode necessitar de utilizar para fins de identificação. Nas transações eletrónicas, equivale à assinatura.

 

O

Ordem permanente não SEPA +

O prestador de serviços de pagamento efetua, por ordem do cliente, transferências regulares de um montante fixo de dinheiro da conta do cliente para outra conta fora do espaço SEPA+.

 Ordem permanente SEPA +

O prestador de serviços de pagamento efetua, por ordem do cliente, transferências regulares de um montante fixo de dinheiro da conta do cliente para outra conta no espaço SEPA+.

Ordem permanente Intrabancária

O prestador de serviços de pagamento efetua, por ordem do cliente, transferências regulares de um montante fixo de dinheiro da conta do cliente para outra conta na mesma instituição.

 

P

Q

R

Requisição e entrega de cheques cruzados e à ordem

O cliente requisita e o prestador de serviços de pagamento entrega cheques cruzados e à ordem. Um cheque à ordem é um cheque que o seu beneficiário pode transmitir a uma terceira pessoa, através do endosso do cheque.

Requisição e entrega de cheques cruzados e não à ordem

O cliente requisita e o prestador de serviços de pagamento entrega cheques cruzados e não à ordem. Um cheque não à ordem é um cheque que só pode ser pago a quem dele constar como beneficiário, não podendo ser endossado.

 

S

Sacado

Banco que paga o cheque.

Sacador

Entidade que emite o cheque.

Saldo contabilístico

É o valor correspondente ao resultado dos movimentos a crédito e a débito efetuados na conta de depósito à ordem.

Saldo disponível

É o valor na conta de depósito à ordem que o seu titular pode utilizar, sem ficar sujeito ao pagamento de juros ou quaisquer outros encargos, por essa utilização.

Serviços mínimos bancários

Regime de adesão voluntária por parte das instituições de crédito que promove o acesso a serviços relativos à constituição, manutenção e gestão de conta de depósito à ordem e ainda cartão de débito.

Spread

Diferença entre os preços de oferta de venda e de compra de um determinado activo ou instrumento. Termo também utilizado para referir o acréscimo (em pontos percentuais) ao indexante, que os bancos exigem quando concedem um financiamento com taxa variável.

 

T

Transferência a crédito Intrabancária

O prestador de serviços de pagamento transfere, por ordem do cliente, fundos da conta do cliente para outra conta na mesma instituição.

Transferência a crédito não SEPA +

O prestador de serviços de pagamento transfere, por ordem do cliente, fundos da conta do cliente para outra conta fora do espaço SEPA+.

Transferência a crédito SEPA +

O prestador de serviços de pagamento transfere, por ordem do cliente, fundos da conta do cliente para outra conta no espaço SEPA+.

 

U

V

W

X

Y

Z